Em sua 12ª edição, a CBH (Convenção Brasileira de Hospitais) será realizada em Goiânia, entre 3 e 4 de julho de 2018. O objetivo é reunir os responsáveis pela vida de um hospital e estabelecer estratégias, alianças e oportunidades para enfrentar os desafios do setor no país. A estimativa é receber mais de 2.000 congressistas e cerca de 3.500 visitas profissionais durante os três dias de evento, uma oportunidade para encontros entre lideranças, instituições, governo, hospitais e empresários do setor de saúde brasileiro.

 

    Para o secretário municipal de saúde, Dr. Whaterson Roriz, este é um encontro de grande importância para debater melhorias nas políticas públicas de atendimento à saúde. “A Convenção Brasileira de Hospitais é a oportunidade que temos para discutir as tecnologias a serem inseridas no sistema hospitalar e a gestão da saúde como um todo. Em Luziânia partimos do princípio que com a modernização e atualização tecnológica, associada à valorização dos recursos humanos, conseguiremos resultados que efetivamente atendam as necessidades da população”, afirmou.

    O evento conta com o apoio de importantes instituições do setor como a ABCDT, ABDEH, ABIMO, ABRANGE, AMB, CMB, CONASEMS, FBAH, FEHOESP e COMSAUDE-FIESP e que já confirmaram presença nesse evento que visa construir, juntamente com as principais instituições do setor, um novo formato de evento que agregue valor para o país e em especial a região Centro-Oeste.

    O prefeito de Luziânia, Cristóvão Tormin, afirmou que este será o maior encontro do setor hospitalar do país. “A Convenção Brasileira de Hospitais reunirá especialistas, dirigentes, e muitas outras lideranças responsáveis pela gestão hospitalar, com todos os desafios enfrentados no cenário econômico atual. Luziânia participará para levar a sua experiência e buscar estratégias e oportunidades para a melhoria e evolução administrativa e tecnológica de nosso sistema de saúde, para oferecer o que há de melhor e mais moderno para nossa população. Com 12 unidades de saúde entregues à população, duas UPAS em pleno funcionamento, um hospital no Jardim Ingá e prestes a entregar um moderno Hospital Regional, completamente reformado e ampliado, um Centro Especializado de Reabilitação e um Materno Infantil, nosso principal desafio será a gestão de todo esse sistema. Por isso nossa participação no evento é de suma importância”, pontuou.