O ano já entrou com boas notícias aos servidores públicos do município de Luziânia. Além de contarem já neste mês com um aumento de 7,64% em seus salários, a prefeitura lançou ontem, dia 18, um programa habitacional destinado aos seus servidores.


O programa, vinculado ao Minha casa Minha vida, do Governo Federal, é inédito no estado e vai oferecer mais de 2 mil unidades habitacionais (apartamentos) que serão construídas em zona nobre da cidade: ao lado condomínio Le Park, no Setor Norte, e também no Jardim Ingá. As condições de pagamento serão especiais e exclusivas àqueles que ainda não possuem casa própria.

Segundo o prefeito Cristóvão Tormin, que fez a assinatura do Convênio com a Caixa Federal e a Agência Goiana de Habitação (AGEHAB), no Centro de Convenções de Luziânia, as unidades habitacionais serão direcionadas a classe de trabalhadores que exerce papel fundamental no município, colocando em ação políticas públicas de desenvolvimento para a cidade.

“É um plano engenhoso que acabamos de apresentar, um sonho começando a ser realizado, que é a possibilidade da casa própria para os funcionários da prefeitura. Mais que ajudar a realizar o sonho dos nossos funcionários, também estamos movimentando um mercado que anda em baixa e ajudando a aquecer a economia local”, disse, acrescentando que “a melhor homenagem que posso prestar aos nossos funcionários é a sua valorização e de sua família”.

O programa, que é também parte da política habitacional do município – uma das prioridades na gestão de Cristóvão - será executado pelas Secretarias de Planejamento e de Aceleração do Crescimento que tem à frente Claese Rocha e Aldenor Júnior, respectivamente.

Poderão participar do programa servidores públicos municipais ativos e inativos, sejam efetivos e até mesmo os comissionados, ou seus dependentes, com renda até três salários mínimos e que não possuam imóvel próprio. Os servidores contemplados receberão subsídio que poderá chegar até ao R$ 47.000,00 (quarenta e sete mil reais), fazendo com que as mensalidades fiquem muito baixas, diferenciadas do mercado.

As inscrições já estão acontecendo e o servidor interessado deve se dirigir ao Centro de Convenções de Luziânia portando carteira de identidade, CPF, comprovante de residência e contracheque.

SELEÇÃO

A seleção dos contemplados será procedida pelo agente financeiro, de acordo com os critérios Minha Casa Minha Vida em cada faixa do programa.

“O programa já é uma realidade. Dentro de poucos meses os servidores selecionados já assinarão contrato com a Caixa Econômica. O Alvará de Licenciamento das obras foi assinado hoje, pelo prefeito na frente de todos os funcionários e a construção já está autoriza para iniciar imediatamente”, ressaltou a secretária Claese Rocha.

“É um programa muito bom. A facilidade é grande porque é muito difícil você conseguir um imóvel, principalmente pelos valores cobrados no mercado que geralmente é alto. Já assinei os documentos e agora estou esperando o banco me ligar para confirmar o financiamento”, disse Mariana Lopes, 37 anos, funcionária municipal.

Servidor municipal estatutário, José Luiz Braz, 31 anos, já passou a documentação solicitada para a aquisição de seu apartamento. Ele disse que já tinha tentado adquirir o imóvel ano passado, mas devido às complicações para financiamento, principalmente em relação à documentação e valores necessários, não conseguiu. No entanto, agora, a partir do programa, tudo ficou mais fácil. “De fato, o programa atendeu as minhas expectativas. É uma oportunidade muito boa que estão nos dando e os valores ficam bem abaixo dos valores de muitos empreendimentos do mercado. Atualmente moro de aluguel, mas em breve terei minha própria casa”, destacou.

ASCOM/PML